E3 2017: Resumo da PC Gaming Show

A conferência de PC deste ano conseguiu uma proeza: superar a da Microsoft em extensão (1h45!), e com motivos. O formato ainda lembrou um pouco o do ano passado, com trailer/vídeo + cerca de 5 minutos de conversa com desenvolvedores mostrando e comentando gameplay. Vamos à lista:

  • XCOM 2: War of the Chosen – Expansão do jogo de estratégia com mais classes, inimigos, mapas, opções de combate, história… “Facilmente o dobro do conteúdo das expansões que já fizemos”. Sai dia 29 de agosto, PC e consoles.
  • Ooblets – Descrito como mistura de Harvest Moon, Pokémon e The Sims, “mas ainda mais fofo”. Feito por um estúdio de 2 pessoas. Também sai no Xbox One em 2018.
  • Battletech – Combate tático de mechas por turno, adaptado de um antigo jogo de tabuleiro.
  • Mount & Blade 2: Bannerlord
  • Total War: Warhammer 2
  • Shadowverse: Wonderland Dreams – Expansão do cardgame virtual.
  • Intel – Uma das patrocinadoras da conferência. Apresentou um pouco de Destiny 2 no PC, anunciou um concurso de indies chamado Level-Up Contest, fechou parceria tecnológica para a liga de eSports ESL e vai organizar o primeiro campeonato de jogos em VR.
  • Tunic – Uma espécie de Zelda isométrico 3D com uma protagonista raposa. Lembrou um pouco Oceanhorn.
  • PlayerUnknown’s Battlegrounds – Novidades para breve: escalada, saltos sobre obstáculos, efeitos climáticos, dois novos mapas.
  • Killing Floor: Incursion – Jogo de terror em VR para Oculus Rift.
  • Killing Floor 2: The Summer Side Show – Evento sazonal gratuito para donos de Killing Floor 2, começando amanhã e com duração de um mês. Temática de freak show sangrento. Gratuito no Steam durante esta semana.
  • Microsoft – Outra patrocinadora, subiu ao palco para falar das vantagens de Forza Motosport 7Sea of Thieves no PC: 4K, framerate desbloqueado, suporte a diversos volantes em Forza, etc.
  • The Last Night – Um pouco mais sobre o jogo revelado na conferência da Microsoft ontem. É um jogo de aventura futurista em que as máquinas podem fazer qualquer trabalho, e os humanos apenas consomem. Estruturado em dias dentro do jogo, com eventos que acontecem independentemente da interação do jogador.
  • Ylands – Jogo de survival/sandbox dos desenvolvedores de ArmA, só que com visual mais cartoon e focado na criação de mundos e aventuras com diferentes temas (pirata, vitoriano, medieval etc.)
  • Grift Lands – Novo jogo da Klei Entertainment (Mark of The NinjaDon’t StarveInvisible Inc.). RPG de turno com animações 2D linha The Banner Saga, mas com o traço já característico da Klei.
  • Lone Echo/Echo Arena – Dois jogos para VR no mesmo universo, o primeiro single-player e o segundo multiplayer, da Ready at Dawn (The Order: 1886God of War no PSP). Movimentação em gravidade zero e 1ª pessoa no espaço, Troy Baker entre os dubladores, sai em julho e de graça inicialmente para donos do Oculus Rift.
  • Lawbreakers – Jogo multiplayer com classes e gravidade zero de Cliff Blezinsky, criador de Gears of War, anunciado ano passado. Veio ao palco para anunciar a data, 8 de agosto, e o preço: US$ 30 (“nada dessa merda de multijogador a 60 dólares”). Sai também no PS4.
  • Wargroove – Novo jogo dos desenvolvedores de Stardew Valley. RPG tático com visual bem retrô, inspiradíssimo em Fire EmblemAdvance Wars, só que com recursos modernos como jogo online e editor de mapas e campanhas.
  • Middle-Earth: Shadow of War – Mais apresentação de diálogos e visuais do jogo.
  • Age of Empires Definitive Edition – Remake do jogo original para comemorar os 20 anos, com matchmaking via Xbox Live no PC.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s