Review: Late Shift

em

Jogos como os da Telltale e da Quantic Dream há muito nos fazem ter a sensação de estarmos à frente de um filme, protagonizando os eventos e tomando as decisões para que os roteiros sejam escritos. Late Shift, jogo russo de 2016, tem apenas uma diferença: ele é realmente um filme.

Narrativa

A premissa é de um longa metragem de ação. Seu personagem é um estudante de matemática que paga a faculdade graças ao trabalho de vigia em um estacionamento de carros de luxo de Londres.

Ao chegar ao trabalho em uma noite você se depara com alguém tentando furtar uma BMW e a ação enfim começa. O ladrão em questão precisa do carro para um grande golpe e, por conta de uma fratura obtida quando entrou no estacionamento, leva-o como refém para dirigir.

Podemos dizer que, pela história, se passasse em um cinema, Late Shift seria bem interessante para seus expectadores, com boas reviravoltas e uma boa construção do protagonista.

Jogabilidade

Todos os eventos decorrentes são relacionados com suas escolhas, que trabalham apenas linhas de diálogo. Não há nenhuma sequência macabra para que o personagem execute um ou outro movimento, pegue um ou outro caminho em uma bifurcação.

O jogo possui 14 capítulos, mas, de acordo com suas decisões, você não passará por todos para chegar ao fim. Ao finalizar pela primeira vez, fiz apenas 12.

São sete possibilidades de final, cada uma por vertentes diferentes da história. Além disso, a própria duração do jogo é equivalente a um longa metragem, o que lhe faz querer buscar a platina de forma rápida e nada cansativa.

Jogo de Nicho

Em resumo, Late Shift é um jogo de nicho, para quem foca apenas as narrativas. Pode agradar muito outros públicos por ser rápido e dinâmico, mas não tem perfil de um grande sucesso de vendas.

As possibilidades na mudança das narrativas são mais reais que as dos jogos da Telltale e menos impactantes que as presentes nos títulos da Quantic Dream, deixando-o em uma espécie de meio termo bem positiva.

A grande vantagem é o preço, saindo por R$25,99 na Steam e, hoje, por R$29,90 (promoção) na PSN. O jogo também está disponível para XBox One, Android e iOS.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Jeferson Cardoso disse:

    Poxa eu gosto muito da Quantic Dream, eu deixei passar esse jogo nessa Steam Sale e peguei alguns jogos muito bons e antigos, esse eu vi que tem alguma coisa pro nosso idioma PT na Steam, menu talvez o que já me ajuda, rs, eu vou pegar numa próxima Sale.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s